Tuesday, August 7, 2012

0 Assistir cena da morte de Sinhazinha e Osmundo em Gabriela



Após descobrir que Sinhazinha (Maitê Proença) tem um caso com Osmundo (Erik Marmo), o coronel vai armado até a casa do dentista, onde os amantes estão na cama. 

Jesuíno abre a porta do quarto e, a sangue frio, dispara contra Sinhazinha e Osmundo, que não têm a menor chance de defesa. Os dois não resistem e morrem na hora.

Assim que tira a vida de Sinhazinha (Maitê Proença) e Osmundo (Erik Marmo), Jesuíno (José Wilker) confirma seu feito com a maior frieza. “Lavei minha honra”, desabafa o coronel aDorotéia (Laura Cardoso) e Amâncio (Genézio de Barros), que o acolhem em casa. Ramiro Bastos (Antonio Fagundes) chega para cumprimentar o amigo pelo “ato de valentia”: “Fez muito bem! Homem que é homem não aceita traição. Mostrou que é macho”.

Mas os ventos da mudança começam a soprar em Ilhéus. De repente, o delegado da cidade entra na casa e surpreende a todos. “Os senhores me desculpem, mas o coronel Jesuíno matou a esposa e o dentista a tiros”, diz o policial. O assassino confessa na maior naturalidade: “E daí? Matei porque devia matar”. Mas, para a surpresa de Jesuíno, o delegado intima o coronel: “A lei hoje em dia tem muitas exigências. Preciso abrir um inquérito”.

Todos ficam possessos com o atrevimento do policial, que logo é intimidado por Ramiro e companhia. “Ponha-se daqui pra fora! Não tem inquérito nem processo nenhum! Meu amigo Jesuíno matou a mulher e o amante porque é macho!”, expulsa o manda-chuva.

About the Author

Author info. Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these with your own descriptions, if you like it Subscribe to Our Feed and Follow Me on Twitter

    Other Recommended Posts

  • Gabriela

0 comments:

Post a Comment

 
back to top //PART 2