Wednesday, September 5, 2012

0 OS SEGREDOS DE UM BOM INVESTIMENTO ESTÁ NA BÍBLIA SAGRADA


Citando um post do meu nobre colega, Antônio Francisco, trago a vocês a forma não-apelativa de mostrar como investir segundo a Bíblia Sagrada. Nada de “Dê 10 e ganhe 100, dê 100 e ganhe 1.000″. Vejam:

1 Atire o seu pão sobre as águas, e depois de muitos dias você tornará a encontrá-lo. 2 Reparta o que você tem com sete, até mesmo com oito, pois você não sabe que desgraça poderá cair sobre a terra. 3 Quando as nuvens estão cheias de água, derramam chuva sobre a terra. Quer uma árvore caia para o sul quer para o norte, onde cair ficará. 4 Quem fica observando o vento não plantará, e quem fica olhando para as nuvens não colherá. 5Assim como você não conhece o caminho do vento, nem como o corpo é formado no ventre de uma mulher, também não pode compreender as obras de Deus, o Criador de todas as coisas. 6 Plante de manhã a sua semente, e mesmo ao entardecer não deixe as suas mãos ficarem à toa, pois você não sabe o que acontecerá, se esta ou aquela produzirá, ou se as duas serão igualmente boas” (Ec 11.1-6).
Investimento na Bíblia, depende mais do que somos, do que daquilo que temos. Os cristãos da Macedônia, no meio de severa tribulação e extrema pobreza, com alegria transbordaram em rica generosidade. Deram tudo quanto podiam, e além do que podiam. Por iniciativa própria insistiram em participar da assistência aos cristãos pobres da Judéia. O mais interessante, é que eles se entregaram primeiramente ao Senhor, antes de qualquer outra coisa (2 Co 8.1-5).
1. Aplique o que você tem para obter o que não tem (v.1). Nos tempos bíblicos, o comércio acontecia em grande parte pela via marítima. Os comerciantes enviavam suas mercadorias por navios, para depois de muitos dias terem o retorno do lucro. Mas esse verso também pode significar lançar a semente em terrenos com água, para se obter depois a colheita. Um bom investidor não teme correr o risco de fazer aplicações, pois essa é a única maneira de obter mais do que aquilo que já tem.
2. Reparta enquanto tem para receber quando não tiver (v.2). O verso diz que devemos repartir o que temos com muitas pessoas, pois um dia poderemos não ter, e aqueles que ajudamos hoje, poderão nos socorrer amanhã. O generoso prospera e será abençoado (Pv 11.24-25; 22.9). Precisamos crescer na alegria de dar (At 20.35). Tudo o que retemos que poderia ajudar alguém, torna-se um erro grave de nossa parte. Se todos dessem daquilo que lhes sobra, todos estariam satisfeitos.
3. Considere sempre a lógica da vida (v.3). A fé cristã não ignora a lógica da vida. Muitos cristãos agem sem bom senso e atribuem isso à fé. Mas a fé não subestima a razão. Nuvem carregada derrama chuva. Árvore caída, morre. Considere sempre a lógica das coisas, pois assim se vive melhor. Quem investe, tem retorno. Quem não socorre, não será socorrido quando estiver precisando. Quem planta colhe. Quem age com prudência, evita muitos males.
4. Seja generoso como as nuvens e as árvores (v.3). As nuvens se desmancham em chuvas que servem ao lavrador, aos animais e aves do campo, e sobretudo a nós humanos. As árvores dão frutos, sombra, madeira, e beneficiam nosso clima e temperatura. Que nenhum de nós seja como nuvens sem água ou como árvores estéreis ou mortas que não dão frutos (Jd 12). Não seguremos as coisas com muita força. Deus nos deu para darmos. Não sejamos como o mar morto que só recebe.
5. Considere sempre as possibilidades remotas (v.3). Devemos ocupar a mente com coisas boas e pensar sempre no melhor. Mas, se queremos ser realistas, não podemos deixar de levar em conta que coisas desagradáveis podem acontecer também comigo e com você. A Bíblia diz que devemos ficar preparados para o dia mau (Ef 6.13). Nunca se sabe quais nuvens trarão tempestades. Por isso, é bom se preparar sempre. A árvore que nos oferece frutos, um dia pode cair.
6. Corra riscos com vistas na colheita (v.4). O ditado popular nos ensina dizendo: “Quem não arrisca, não petisca”. Nunca tudo estará sempre favorável. Há sempre algo indefinido, defeituoso, inseguro, duvidoso, arriscado, incompleto, e assim por diante. Se ficarmos esperando para termos certeza que tudo vai funcionar, nunca faremos nada. Se o lavrador ficar apenas observando o vento e as nuvens, nunca plantará e conseqüentemente nunca colherá. Corra riscos se quiser ir mais longe.
7. Suas limitações requerem que você viva pela fé (v.5). Não sabemos de tudo sobre tudo, nem se espera que assim seja. Mas, exatamente por isso, devemos depender ainda mais de Deus, pois não sabemos como ele vai agir em determinada situação. Investir, arriscar, e ser lógicos, deve juntar-se à fé em Jesus. Até porque sem fé é impossível agradar a Deus (Hb 11.6). Pouco adianta aplicar, repartir, ponderar, e correr riscos, se a confiança em Deus não estiver em primeiro lugar.
8. Invista sempre. Nunca fique à toa (v.6). Acho interessante que essa passagem bíblica que estamos considerando, manda aplicar, investir e repartir, mas diz também que não devemos deixar de produzir. Caso contrário, logo não teremos mais para repartir. Nada de omissão ou acomodação, mas sim produção. Como não temos garantia de que o que plantamos frutificará, devemos plantar sempre e cada vez mais. Que Deus nos ajude a sermos prósperos investidores.
Achologia. “Seja um próspero investidor” [online]. Publicado em 30 de setembro de 2007 [citado 10 de outubro de 2007]. Disponível na World Wide Web:http://achologia.wordpress.com/2007/09/30/seja-um-prospero-investidor/

About the Author

Author info. Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these with your own descriptions, if you like it Subscribe to Our Feed and Follow Me on Twitter

    Other Recommended Posts

  • Dicas, Ganhe Dinheiro, Utilidades

0 comments:

Post a Comment

 
back to top //PART 2